Nacional enfrenta Ji-Paraná em “final” na Arena da Amazônia

Nacional enfrenta Ji-Paraná em “final” na Arena da Amazônia

Na tarde deste domingo, às 15 horas (horário de Manaus), na Arena da Amazônia, Nacional e Ji-Paraná/RO entram em campo para realizar o segundo e decisivo duelo da fase preliminar,  que dará ao vencedor uma vaga na fase de grupos da Série D do Brasileirão. Após um primeiro confronto equilibrado, mas que terminou com a vitória do Galo Azul por 2 a 1, o Leão da Vila Municipal precisará buscar forças para reverter a vantagem que a equipe rondoniense conquistou.

O jogo de ida foi marcado por reclamações do estado do gramado no estádio Biancão, principalmente pelo lado azulino. Tanto os jogadores, como o técnico Mazinho, ressaltaram após a partida que foi difícil jogar em um gramado totalmente fora dos padrões encontrados por exemplo, na Colina ou na Arena da Amazônia. Mas a partida agora será no estádio que foi palco da Copa do Mundo 2014 e, Mazinho acredita que dessa forma, a sua equipe conseguirá desenvolver o futebol que vem sendo treinado diariamente a mais de um mês.

“A confiança é muito grande que a gente vai reverter o placar amanhã, até porque agora o jogo é em casa, o clima aqui é diferente e já estamos habituados, o gramado é sem comparação, onde conseguiremos desenvolver o futebol que tanto viemos treinando e só conseguimos demonstrar no final do jogo lá em Rondônia. Gosto de trabalhar com bastante posse de bola e agressividade, então a gente acredita muito que é possível conseguir essa vaga.”, afirmou o técnico do Leão.

Como perdeu a primeira partida pelo placar mínimo, não basta o Nacional vencer por um gol de diferença, precisará abrir dois gols de vantagem se não quiser disputar as penalidades máximas. Apesar da confiança do comandante do Naça, ele intensificou o treino de pênaltis durante a semana para que, se for preciso, os atletas estejam preparados para essa decisão.

“Eu já tenho por hábito diariamente de realizar treino de bola parada com o elenco após o treino. Quando há treinamento em dois períodos, nós dividimos o grupo para alguns treinarem pela manhã e outros à tarde, pois já sabíamos que havia um risco dessa partida ir para as penalidades, então já viemos treinando durante todo esse tempo e essa semana intensificamos e demos uma atenção especial a esse quesito. Então também entraremos em campo preparados para essa parte, se for necessário.”, completou o técnico Mazinho.

Já a equipe do Ji-Paraná, que começou a treinar com atraso de uns 15 dias comparado com a equipe manauara, mostrou muita garra e que está bem fisicamente e sendo bem treinada. O técnico do Galo Azul disse em entrevista ao Camisa 12, que apesar da semana levemente tranquila, o grupo está bem coeso e ciente da responsabilidade que espera um jogo duro nesse domingo.

“Tivemos uma semana de muita concentração, de muito comprometimento por parte de todo o grupo de atletas. Estamos bem coeso e cientes de todas as responsabilidades e temos a certeza que vamos fazer um jogo de alto nível de concentração para sair com resultado positivo. Mas trabalhamos tudo aquilo que possa vir acontecer durante o confronto, portanto, a ideia é decidir durante os 90 minutos sem precisar de penalidades. E estamos prontos para enfrentar todas as dificuldades que o Nacional irá impor na partida, independente disso, iremos buscar sair classificados de Manaus.”, disse o técnico Bruno Monteiro.

O Nacional em 2020 não vem conseguindo manter uma regularidade, dos 11 jogos que realizou no Campeonato Amazonense, venceu três, perdeu três e empatou outras seis vezes. Já o Ji-Paraná/RO, realizou 11 jogos esse ano e está invicto, com 7 vitórias e 4 empates (contando com o jogo de ida da pré-série D).

O Galo Azul da BR, embarcou nessa sexta às 20 horas e entre viagens de ônibus e avião, desembarcou em Manaus às 7h15 da manhã de sábado (12), quando pode descansar um pouco e pela tarde realizar um treino no estádio da Colina. Já o Nacional treinou forte a semana inteira e no sábado (12), realizou um treino tático e de bola parada na Arena da Amazônia e deve apresentar mudanças para essa partida decisiva. O Leão terá o provável time titular assim: Lucão, Carlos Eduardo, Carlos Alberto, Magrão e Romão; Guilherme Adolfo, Tiago Correa e Wander, Jack Chan, Ivamar Jr. e Thiago Brito.

Esse confronto dará ao vencedor a passagem garantida para a fase de grupos da Série D. Nacional ou Ji-Paraná entrará no Grupo A1 da competição que já conta com Atlético-AC, Bragantino-PA, Fast-AM, Galvez-AC, Independente-PA, Rio Branco-AC e o Vilhenense-RO.  A estreia nessa fase também já foi definida pela CBF, será no próximo final de semana, contra o Rio Branco/AC, que aguarda atentamente o vencedor desse duelo preliminar.

Foto: Ascom/Nacional FC

Rafael Menezes

Deixe uma resposta