Em jogo recheado de cartões, Manaus consegue empate com o Nacional e segue invicto no Estadual

Em jogo recheado de cartões, Manaus consegue empate com o Nacional e segue invicto no Estadual

O embate aconteceu na tarde deste domingo (15), na Arena da Amazônia, pelo fechamento da 3ª rodada do returno do Campeonato Amazonense. O jogo teve como placar final o empate de 1 a 1, quem abriu o marcador foi Randerson, e Rodrigo Fumaça deixou tudo igual para o Gavião do Norte. Com esse resultado, o Manaus cai para a terceira posição na tabela e o Nacional sobe para ocupar o última vaga do G4.

O jogo

O técnico Mazinho estreava hoje no Nacional e para o time ter uma postura melhor do que nos jogos anteriores, montou o elenco um pouco diferente e que deu certo. Tão certo que o primeiro lance do jogo foi feita pelo Leão e levou um perigo para o Gavião, Romarinho chegou com velocidade, arriscou de fora da área mas foi Jonathan quem ficou com a bola. Já o time esmeraldino viu sua primeira grande chance ir de encontro ao travessão, aos 12 minutos, Panda fez uma ótima cobrança de falta, seria melhor ainda se a bola não tivesse explodido da trave.

A partida não estava do agrado do técnico Welington Fajardo e aos 21 mandou todo banco de reservas aquecer. Enquanto isso, o jogo continuava, aos 30, Romarinho chegou chegando na área, arriscou, Jonathan defendeu, em seguida, com a sobra Daniel Guerreiro finalizou mas Derlan conseguiu evitar o gol nacionalino chutando para fora. Aos 35, Fumaça subiu disparado, fez cruzamento e Bernardo Carvalho, adiantado, ficou com a bola. 

A abertura do placar veio somente no segundo tempo, aos 15, o Leão da Vila Municipal saiu na frente com gol feito por Randerson, Romarinho subiu rapidamente com o contra ataque, cruzou para o camisa 17 que chutou para o fundo da rede. O Gavião do Norte via cada vez mais sua invencibilidade de 24 jogos ameaçada, aos 35, conseguiu postergar essa marca mais um pouquinho, Fumaça recebeu bola vinda da direita, na entrada da área deu chute de canhota e acertou o gol de empate.

FOGO NO PARQUIN… NA ARENA

Lá pelos 25 minutos de bola rolando, alguns torcedores nacionalinos começaram a fazer uma espécie de lança-perfume usando isqueiro e desodorante. Como a ação persistiu, o árbitro Edmar Campos se viu obrigado a pausar a partida, com isso, houve um princípio de briga entre os próprios torcedores do Leão, a polícia se dirigiu até o local da arquibancada onde isso tudo estava acontecendo, uma pessoa ainda resistiu na hora da repreensão policial, mas no fim, eles foram retirados.

Fala, professor! (Welington Fajardo – Manaus FC)

Até comentando com o quarto árbitro e tudo, a gente falando assim, é um time que tá com um a menos e tá buscando o gol o tempo todo. Então você vê que, mesmo com um a menos, não queria nenhum jogador meu retardando o jogo, eu queria que o tiro de meta e o balanço fosse cobrado com rapidez, porque a gente tem que ter essa aspiração sempre de buscar a vitória, mesmo numa circunstância muito adversa que foi hoje, principalmente por ter dois jogadores a menos, um no final, outro no início, acho que o Manaus fez uma boa partida.

Fala, professor! (Mazinho – Nacional FC)

É (um empate com gosto de vitória) pela equipe que nós enfrentamos né, enfrentamos uma grande equipe, hoje é a maior de Manaus sem sombra de dúvida, pela equipe que está há muito tempo sem perder, quase perdeu hoje a invencibilidade, mas acredito que se a gente tivesse caprichado um pouquinho mais a gente poderia ter saído com a vitória, mas foi para um primeiro jogo, para quatro dias de trabalho só tenho que parabenizar esses garotos que assimilaram muito bem um pouco do que a gente passou pra eles nesses quatro dias.

Ficha técnica: Manaus FC 1×1 Nacional FC (3ª rodada do returno do Campeonato Amazonense 2020)

Estádio: Arena da Amazônia 

Público: 809

Renda: R$ 4.050,00

Árbitro: Edmar Campos da Encarnação

Gols da partida: Randerson (15′ 2° T) e Rodrigo Fumaça (34′ 2° T) 

Manaus FC: Jonathan (Gleibson), Igor Carvalho, Luis Fernando, Patrick Borges, Caique, Derlan (Hamilton), Panda, Rodrigo Fumaça, Janeudo, Gabriel Davis, Mateus Oliveira (Ramon). Téc.: Fajardo.

Nacional FC: Bernardo Carvalho, Alan Patrick, Anderson, Jordan, Felipe, Fidelis, Guilherme, Klécio, Daniel Guerreiro (Heré), Assuério (Randerson), Romarinho (Rodolfo). Téc.: Mazinho.

Foto: Daniel Prestes

Alice Pereira

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *