Concluindo maratona no Sul, Iranduba encara Internacional na Série A1

Concluindo maratona no Sul, Iranduba encara Internacional na Série A1

O Hulk finaliza sua sequência de jogos no Sul neste domingo (13) contra o Internacional, pela 9ª rodada do Brasileirão Feminino. A partida está marcada para ter início às 17h (horário de Manaus), no SESC Campestre, em Porto Alegre. Os dois times vêm de derrota: as arqueiras perderam de 3 a 1 para o Grêmio e as gurias coloradas de 4 a 0 para o Corinthians. Com esses resultados, o verdão está atualmente na 12ª colocação somando nove pontos, e o time gaúcho em 6°, com quinze. 

O técnico do Iranduba João Carlos Cavalo comentou sobre suas expectativas para o confronto, levando em consideração, principalmente, as últimas partidas e o desempenho de suas jogadoras.

“Temos conversado com as meninas e temos tido um crescimento no que diz respeito a posicionamento e postura. O ponto positivo do último jogo foi a evolução da Luana Grabias e a entrada da Mayara. Foi a primeira vez que ela voltou a jogar e a gente já pretende contar com ela desde o início dessa partida contra o Internacional, porque com ela dentro do campo nossa equipe tem outra postura. Apesar da última derrota, eu estou muito confiante e creio que vamos fazer um bom jogo contra a equipe do Inter e conseguir essa vitória importante”, destaca ele.

Para esse jogo, o Hulk ainda não contará com a meia Marília, que se recupera de lesão e com a volante Margareth que testou positivo para o Covid-19 e não viajou com a equipe. A lateral Giselinha foi substituída logo no começo da partida passada sentindo o joelho e ainda fará mais exames quando voltar para Manaus para confirmar a lesão, então também estará de fora. Assim, a possível escalação do verdão deverá ser: Yessica; Geovana, Hillary, Petra e Natasha; Nath Pitbull, Gabi e Mayara; Brenda, Cinthia e Paulinha.

Lembrando que o último confronto entre as equipes foi pelo Brasileirão de 2019, onde o Hulk ganhou por 3 a 0, na Arena da Amazônia, com o comando de Igor Cearense. A curiosidade é que os gols da partida foram da atacante Paulinha, que marcou um e da ex-Iranduba e atual Internacional, Djeni, que foi a responsável pelos outros dois. E já fica aqui o questionamento: será que a meia vai pôr em prática a famosa lei do ex?

Foto: João Normando

Pietra Telles

Repórter no Camisa 12 e finalista de Jornalismo apaixonada por esportes

Deixe uma resposta