Com saudade das quatro linhas, Lana fará na década seu primeiro trabalho longe do Amazonas

Com saudade das quatro linhas, Lana fará na década seu primeiro trabalho longe do Amazonas

De malas prontas para comandar o Baré-RR no Campeonato Brasileiro da Série D, Aderbal Lana acertou com o clube de Roraima para até o fim da participação do clube no brasileirão. Inicialmente, Lana terá pela frente a fase preliminar, quando o seu novo time enfrentará o Ypiranga-AP. Lenda no futebol baré, o técnico de 73 anos falou com o Camisa 12 sobre seu novo clube, o desafio de comandar um time fora do Amazonas pela primeira vez na década e da saudade que sente do trabalho ao lado das quatro linhas.

É o primeiro trabalho que eu faço fora do Amazonas na década, estou saindo agora de Manaus, mas eu tinha por opção não sair mais daqui, tem 15 anos que decidir ficar de vez na cidade, recebi muitas propostas de fora, mas não quis sair, e agora tô indo mais porquê o Baré-RR é uma equipe de muita tradição, mas que não tem feito bons campeonatos, tem passado por momentos difíceis, e também pela oportunidade de sair dessa situação de tá em casa, essa pandemia deixou a gente muito recluso e você tá acostumado a está no sol todo dia, dentro de um campo de futebol, a gente sente bastante”, disse o treinador

Sobre as negociações com o Baré, Lana disse que estava negociando com o Presidente Oziel Neto desde o início da semana e que está feliz da oportunidade de passar um tempo fora da cidade: ”O Presidente é meu amigo, ele me ligou e a gente discutiu durante uma semana e chegamos a um acordo, não olhei pra situação financeira, é mais um lado de sobrevivência dentro da profissão, trabalhando e ajudando o máximo possível o Baré, acho que essa foi a melhor condição, estou feliz de ir pra lá e ficar um tempo fora da cidade”, afirmou Lana.

Situação com o São Raimundo

Tri-campeão do norte com o Tufão e técnico que levou o clube ao acesso para a Série B do Campeonato Brasileiro, Lana entende o motivos que levaram os dirigentes à anunciar sua volta ao clube depois de 17 anos, mas manteve sua posição de que ainda não há nada acertado.

Sobre o São Raimundo, eles não se precipitaram, a diretória usou o marketing, porque eles sabem que eu tenho um respeito muito grande com a torcida do clube, pelo o que conquistamos ali dentro, ainda está em aberto, ainda não fechamos negociação, o São Raimundo é uma equipe que tenho grandes amigos lá dentro nessa nova diretória, e quem sabe nós podemos estar juntos.

Em 2020, Aderbal Lana comandou o Nacional por cinco rodadas e depois rumou para Itacoatiara para dirigir o Penarol por mais cinco rodadas até a paralisação do Barezão. Em 20 de junho, o São Raimundo anunciou através de uma live no seu Facebook o acerto com o técnico para a temporada de 2021, mesmo que nas redes sociais o clube já tenha feito o publicado como certo o retorno de Lana, técnico e diretória do Tufão ainda não assinaram nada até o momento.

Foto: Arquivo A Crítica

Daniel Prestes

Pai do Pedro e marido da Camila. Fundador do @camisadozeam e apaixonado por números e esporte. Também sou Repórter do jornal A Crítica/CRAQUE.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *